• Home
  • Blog
  • Imigração baseada em parentesco americano: como isso funciona?

Imigração baseada em parentesco americano: como isso funciona?

Imigração baseada em parentesco americano: como isso funciona?

Imigração baseada em parentesco americano: como isso funciona?

Você tem algum parente cidadão americano ou com residência permanente nos Estados Unidos? Saiba que ele pode ser a sua porta de entrada para morar definitivamente no país das oportunidades! É possível conseguir o Green Card por meio da imigração por parentesco americano. Será que você se enquadra nesse caso?

O Green Card é o visto de residente permanente nos Estados Unidos. Já falamos sobre ele em outro post, e uma das formas de consegui-lo é por meio de um parente cidadão americano ou que já tenha o documento. Nos dois casos, a lei estabelece normas e exigências, e é preciso passar por uma análise do setor de imigração dos EUA.

Neste post você vai saber se o seu familiar pode ajudá-lo a realizar o sonho de morar na América do Norte e como acontece todo o processo. Acompanhe!

Quem pode requerer o Green Card para o parente?

Apenas os cidadãos americanos e os residentes permanentes podem requerer a imigração para algum familiar. Os cidadãos são pessoas nascidas nos EUA ou que tenham sido nacionalizadas — veja aqui mais detalhes sobre a cidadania americana.

Já os residentes permanentes são as pessoas que têm um Green Card, que é o visto para viver e trabalhar definitivamente no país.

O pedido deve ser feito no setor de imigração — U.S. Citizenship and Immigration Services (USCIS) —, sendo que apenas os beneficiários de uma petição aprovada estão elegíveis a solicitar o Green Card. Em outras palavras: seu parente faz uma petição e ela deve ser aprovada pelo USCIS para que você continue o processo.

Para quais parentes o cidadão americano pode requerer o Green Card?

O cidadão americano com mais de 21 anos pode solicitar o Green Card para os filhos, o cônjuge, pais e irmãos. Toda a família direta dos filhos do cidadão (filhos e cônjuges) também pode ser incluída na petição.

Para quem o residente permanente pode requerer a imigração baseada em parentesco?

No caso do residente permanente, o Green Card pode ser requerido apenas para o cônjuge, os filhos solteiros. Perceba que são excluídos aqui os pais, os irmãos e os filhos casados.

Quais critérios o familiar americano ou residente deve cumprir para ser elegível para peticionar o documento para o parente?

O cidadão americano ou residente permanente deve comprovar condições financeiras para ser o “patrocinador financeiro” da pessoa que deseja o Green Card. Esta prova deve ser feita submetendo o “Tax Return”, Imposto de Renda submetido ao IRS nos Estados Unidos. Uma das cláusulas do formulário I-130 é concordar com essa situação.

Quais são os passos para solicitar a imigração por parentesco?

A seguir, confira um passo a passo para fazer a imigração por parentesco americano.

Passo 1: dar entrada na petição de imigração por parentesco

Você pode migrar por parentesco? Ótimo! Então a primeira coisa a se fazer é pedir que o seu familiar inicie o processo por meio do órgão de imigração americana.

Para fazer o requerimento, o cidadão ou residente deve preencher o formulário I-130 e enviar ao USCIS juntamente aos documentos pessoais que comprovem sua situação no país.

É necessário enviar cópias de:

  • certidão de nascimento;
  • passaporte;
  • certificado de naturalização;
  • certificado de cidadania;
  • documentos que comprovem mudança de nome, se for o caso.

Para comprovar o parentesco direto, será necessário apresentar certidões de nascimento, casamento e qualquer outro documento que ajude a demonstrar a relação familiar.

Para o caso de cônjuges, será necessário também o preenchimento de dois formulários G-325 — uma para cada pessoa —, cópia da certidão de casamento civil, comprovação de divórcio anterior (se for o caso) e comprovantes de qualquer alteração de nome.

Passo 2: enviar o formulário I-485

Após aprovação do I-130, o próximo passo, então, é preencher e enviar o formulário I-485. Esse formulário é necessário para ajuste dos status caso o interessado esteja nos Estados Unidos.

Junto a ele, você deve enviar uma cópia do Recibo de Aprovação do I-130 e todos os documentos necessários para comprovar sua relação de parentesco.

Estando nos Estados Unidos essa é a etapa final do processo. Com a aprovação do I-485 o seu status é automaticamente atualizado para o de Residente Permanente ou seja, o beneficiário passa a ser oficialmente um “green card holder”!

Caso o parente que esta requerendo o benefício esteja no Brasil a aprovação do I-130 é encaminhada pelo USCIS para o Nacional Visa Center- NVC. Lá, mais algumas informações biográficas e antecedente criminais são solicitados online. O próximo passo é realizar o pagamento das taxas necessárias e preencher o formulário DS-260, que é o Pedido de Visto de Imigrante e Registro de Estrangeiro no NVC.

Passo 3: fazer o pagamento de taxas e o agendamento da entrevista

Caso esteja no Brasil, o Nacional Visa Center vai encaminhar seu processo para o Consulado Americano no Brasil onde você receberá instruções para fazer agendamento para entrevista no consulado Americano.

Passo 4: comparecer à entrevista

Estando no Brasil, a entrevista é o momento final, em que você será interrogado para confirmar as informações já declaradas nos formulários.

Nesse momento, todas as pessoas que estão requerendo o Green Card devem estar presentes e, se possível, o parente americano ou residente permanente.

O preparo para a entrevista consiste em reunir documentos, estar preparado para comprovar tudo o que for necessário e fazer um exame médico com um profissional autorizado pela embaixada.

Depois da entrevista você saberá se o seu pedido foi aprovado ou negado. No caso de aprovação, o passaporte será enviado para a sua casa. Se negado, você saberá o porquê.

O que pode atrapalhar o processo?

A falta de informação é o que pode atrapalhar o seu pedido. Atualmente, fazer a imigração por parentesco americano está mais difícil devido às medidas do governo Trump para frear a entrada de estrangeiros em cadeia. Por esse motivo, a ajuda profissional e experiente tornou-se indispensável. No entanto, mesmo com a aparente dificuldade causada pelo governo, se você estiver dentro das exigências, há grandes chances de conseguir entrar.

Como você percebeu, apesar de longo, o processo de imigração por parentesco americano é possível e viável. O principal ponto é estar dentro dos parâmetros da lei e comprovar adequadamente a sua relação familiar, além de apresentar boas intenções. Os sites do setor de imigração dos EUA e da embaixada americana no Brasil têm muitas informações, mas detalhes sobre a lei e sobre as melhores formas para ter a aprovação você só consegue com pessoas experientes no assunto.

A imigrar eua é um site que fornece informações para quem deseja se mudar para os Estados Unidos. Para começar a tornar seu sonho realidade não deixe de ler nossos artigos e deixar suas dúvidas nos comentários!