• Home
  • Blog
  • Qual é o processo de imigração adotado nos aeroportos do EUA?

Qual é o processo de imigração adotado nos aeroportos do EUA?

Qual é o processo de imigração adotado nos aeroportos do EUA?

Qual é o processo de imigração adotado nos aeroportos do EUA?

Passaporte e visto americano em mãos, passagens compradas, estadia garantida. Tudo pronto para a sua viagem aos EUA. Mas você sabe como é o serviço de imigração nos aeroportos norte-americanos?

O processo tem uma série de exigências que devem ser observadas para você conseguir passar sem problemas e, finalmente, curtir a sensação de realizar o sonho de uma vida mais tranquila no país.

É importante que você esteja informado sobre todos os procedimentos, que incluem ao menos uma entrevista e rígidos controles de segurança. Assim, não corre o risco de ficar nervoso e estragar a sua chegada aos Estados Unidos.

Neste post, explicarei como é cada passo para a imigração nos aeroportos dos EUA. Confira!

Preencha o formulário CBP-6059B

O primeiro passo será dado ainda no avião. Você receberá o formulário CBP-6059B, que deve ser preenchido com atenção.

Ele funciona como uma declaração alfandegária, com informações como seu nome completo, número do passaporte, data de nascimento, empresa aérea e número do voo, países visitados anteriormente, país de residência e endereço nos Estados Unidos (pode ser o nome do hotel onde se hospedará).

Também é preciso colocar o objetivo da sua viagem e responder a perguntas com “sim” ou “não”. Nelas, a imigração pretende identificar se há riscos de doenças, se você está transportando alimentos ou mercadorias que são vendidas nos EUA (em caso afirmativo, é preciso indicar o valor delas) e se carrega mais de US$10 mil.

Atenção às sinalizações

Quando você chega ao aeroporto, é preciso entrar no setor de imigração. Para isso, é importante ficar atento às placas de sinalização. Elas devem indicar os dizeres “non-US Citizens” (cidadãos não norte-americanos). Se não encontrar, peça ajuda a um dos funcionários do aeroporto e siga para a fila de imigração.

Evite conversar e não caia em contradição

Quanto mais calmo você estiver, melhor será a impressão causada aos agentes de imigração, facilitando a sua passagem pela entrevista. Se não entender bem a pergunta, respire fundo e peça que ele repita. Procure dar respostas diretas e lembre-se de deixar os smartphones e outros eletrônicos guardados nesse momento.

Na fila, não fale alto ou fique conversando com outras pessoas. Tenha paciência, não demonstre inquietude ou nervosismo, pois tudo está sendo registrado pelas câmeras de segurança.

Esteja com os documentos em mãos

Nessa hora, quanto mais facilitar o processo, melhor será. Portanto, não deixe de manter os documentos necessários em mãos. O formulário CBP-6059B, por exemplo, pode ser inserido na primeira página do seu passaporte ou na folha onde está o visto de entrada no país.

Outros documentos não são obrigatórios, mas se você se sentir mais seguro assim, pode carregar, também, cópia da reserva no hotel, se for o caso, passagem de volta e comprovante de compra dos dólares. Mas entregue ao funcionário da imigração apenas se for solicitado.

Prepare-se para perguntas frequentes

Esse é o momento na imigração nos aeroportos dos Estados Unidos que as pessoas costumam ficar mais nervosas, mas isso não é necessário. O funcionário fará questionamentos simples em uma entrevista breve, que dura cerca de três minutos. Entre as perguntas mais comuns (todas em inglês) estão:

  • Qual o objetivo da viagem?
  • Quanto tempo você vai passar nos EUA?
  • Quantos dólares você reservou para sua estadia nos Estados Unidos?
  • Quando foi a última vez que você visitou o país?

Depois das respostas, ele vai fazer uma foto sua e coletar suas digitais em um aparelho eletrônico.

Passe pela alfândega

Ao sair do setor de imigração, você poderá se encaminhar à esteira onde estão as suas malas, o último passo desse processo. Nesse momento, é possível que você seja chamado para a abertura das bagagens e verificação do que há dentro delas. Aguarde o procedimento com calma, recolha tudo e pronto: já pode aproveitar a sua estadia nos EUA!

O serviço de imigração nos aeroportos dos Estados Unidos ficou mais rígido, em especial após os atentados às Torres Gêmeas, em Nova York, em setembro de 2001. Mas se você estiver bem preparado, calmo e seguir as recomendações deste artigo, passará por ele sem problemas.

E então, já se sente mais preparado para entrar nos EUA? Deixe um comentário e conte como foi a sua experiência!