• Home
  • Blog
  • 3 testes de proficiência em inglês fundamentais para quem deseja morar nos EUA

3 testes de proficiência em inglês fundamentais para quem deseja morar nos EUA

3 testes de proficiência em inglês fundamentais para quem deseja morar nos EUA

3 testes de proficiência em inglês fundamentais para quem deseja morar nos EUA

Uma das principais preocupações de quem pensa em morar nos Estados Unidos é o idioma: qual é o seu nível de proficiência na língua? Encarar uma vida em outro país exige que se conheça o mínimo para se virar no dia a dia. Se a sua expectativa é estudar ou trabalhar, a cobrança é ainda maior, pois, naturalmente, universidades e empresas pedem comprovação desse conhecimento.

Essa prova acontece por meio dos testes de proficiência em inglês, realizados periodicamente por instituições de ensino. Eles avaliam quão bem você entende, fala e escreve na língua, isto é, quão pronto você está para imergir na cultura americana. Quer entender mais sobre o assunto?

Quais são os exames mais comuns?

Os mais aceitos e reconhecidos são o TOEFL, o IELTS e o Cambridge. Geralmente, o que muda entre eles é o local onde são requeridos. Entenda as particularidades de cada teste.

TOEFL

TOEFL é a sigla de Test of English as a Foreign Language, o que, em tradução literal, significa Teste de Inglês como Língua Estrangeira. Tem reconhecimento internacional e é aceito não apenas nos Estados Unidos, mas também no Canadá. Sua aceitação compreende os âmbitos profissional e acadêmico, ou seja, para ingressar em empresas ou faculdades americanas e canadenses.

A nota é relevante, principalmente, para fins estudantis. Cada instituição de ensino tem uma exigência específica e quem vai fazer o teste precisa estar atento a essa informação.

Na América Latina, a versão do exame é online (TOEFL IBT – Internet Based Test), mas sua aplicação se dá em órgãos conveniados, por questão de segurança. Para saber o local mais próximo de você e as próximas datas disponíveis, basta acessar o site oficial e obter mais informações.

Nele, também é possível encontrar todas as taxas necessárias (incluindo os valores para saber a pontuação específica de cada seção, reagendamento e reembolso). O valor atual para fazer o exame é US$215 (cerca de R$860).

Há três formas de se inscrever: pela internet, telefone ou Correios. A primeira pode ser feita em qualquer data, 24 h por dia, no site. As formas de pagamento aceitas são: cartão de crédito (consultar bandeiras), através do PayPal ou por cheque eletrônico (e-check), caso você tenha uma conta bancária nos EUA. Importante mencionar que as inscrições são encerradas uma semana antes do teste.

Se preferir fazê-lo pelo telefone, acesse o site e identifique qual centro está mais próximo de você (RRC – Regional Registration Center) para fazer a ligação. Revise o formulário de registro. As formas de pagamento são as mesmas, exceto PayPal. Já pelos Correios, você deve enviar o formulário já citado preenchido com o pagamento para o RRC. Nesse caso, o envio deve acontecer pelo menos quatro semanas antes da data do teste e aguardar a confirmação.

IELTS

O International English Language Testing System ou IELTS avalia os mesmos critérios do TOEFL, embora as seções de listening e reading não apresentam questões de múltipla escolha. O IELTS é considerado mais rigoroso, porque erros de ortografia são mais analisados.

Já no writing, são solicitadas duas redações: uma é para fazer uma análise de um gráfico ou tabela e a outra é uma dissertação sobre um tema específico. E o Speaking aborda questões pessoais. O entrevistador vai analisar sua vida, rotina e gostos, passando por informações gerais, como a cultura do país onde vive, aspectos da sociedade etc. Geralmente, essa parte dura entre dez e vinte minutos.

A inscrição também é feita pela internet, no site do British Council. No endereço institucional, tem as datas disponíveis, assim como os locais de prova. Vale ressaltar que as provas são separadas: em um dia se faz o writing, reading e o listening e, no dia seguinte ou anterior, o speaking. O inscrito recebe a programação na semana anterior ao grande dia.

O pagamento varia de acordo com a modalidade do exame: existe o que é específico para o âmbito acadêmico e um para fins gerais. O primeiro é mais caro, cerca de US$235, o equivalente a R$940. Já o segundo custa US$210 (cerca de R$840).

Cambridge

Esse teste é realizado por um departamento da universidade americana, que leva o mesmo nome. Assim como o IELTS, há mais de um tipo de prova, classificado de acordo com as eventuais necessidades do candidato.

Apesar da variação, todos são aceitos em todas as universidades americanas. Por isso, se seu propósito é ingressar numa faculdade dos Estados Unidos, talvez esse seja o exame mais correto para você.

Ao redor do mundo, são mais de 2700 centros especializados na aplicação. As principais certificações são: FCE (First Certification in English), CAE (Certificate of Advanced English) e CPE (Proficiency). Mesmo havendo essa ordem, de básico a intermediário, os exames podem ser feitos independentemente, isto é, não é preciso fazer os três para atestar seu nível de proficiência. As modalidades têm um formato e tempo específicos.

Devido aos diversos níveis, o teste de Cambridge varia de US$60 a US$330, isto é, de R$260 a R$1340, em média. As inscrições podem ser realizadas por meio das instituições conveniadas que, geralmente, também oferecem um curso preparatório para o exame. Na hora de finalizar o processo, é importante avaliar se o valor está considerando ambos.

Pesquisando na internet, é possível encontrar modelos de provas anteriores para se preparar melhor. Apesar de diferentes, todos os testes aqui apresentados vão avaliar seus níveis de fala, escrita, compreensão e leitura, e cada fase tem um tempo específico de exame. É essencial que o candidato treine atento a esse detalhe.

Além disso, nas cidades onde é aplicado, diversas instituições de ensino oferecem um treinamento preparatório, que pode durar até um ano. Uma boa opção é pesquisar e avaliar a que melhor atende sua necessidade.

Já identificou qual teste de proficiência em inglês mais se adéqua ao seu objetivo? Ingressar numa universidade americana ou conseguir emprego em uma grande empresa local? O importante é se preparar bem para conseguir um bom resultado! Agora, posso te ajudar no processo de validação de diploma nos EUA. Quer saber mais?