• Home
  • Blog
  • Aprenda de uma vez por todas o que é deportação e por que ocorre

Aprenda de uma vez por todas o que é deportação e por que ocorre

Aprenda de uma vez por todas o que é deportação e por que ocorre

Aprenda de uma vez por todas o que é deportação e por que ocorre

Você sabe o que é deportação? É um processo que se inicia para remover um imigrante irregular de um determinado país, por exemplo, os Estados Unidos. A deportação é algo que acontece, de maneira geral, involuntariamente, mas há como o próprio imigrante abdicar de seus direitos e solicitar, de maneira voluntária, sua retirada do país.

Embora o efeito seja o mesmo — sair do país para o qual se imigrou — extradição e expulsão não significam o mesmo que deportação. A extradição, por exemplo, acontece quando a pessoa está em um país diferente daquele em que ela cometeu um crime. Por força da lei, o país atual extradita o imigrante para ser julgado naquele território onde ocorreu o delito.

Já a expulsão acontece quando a pessoa comete um crime e permanece no país. Caso ele seja um imigrante regular, de modo que a deportação representa um processo mais complicado devido a seu direito de permanência, a justiça dessa nação pode optar pela expulsão. Essa medida tem caráter imediato e, geralmente, é acompanhada de banimento — impossibilidade de retornar.

Se você quer entender melhor os casos que podem gerar uma deportação e por que ela ocorre, veio ao lugar certo. Neste post, explicarei tudo o que você precisa saber para ter sua permanência garantida nos Estados Unidos. Boa leitura!

Quando e por que ocorre a deportação?

Para entender o porquê da deportação, é preciso, primeiro, entender que ela é um resultado involuntário de uma cadeia de ações que, muitas vezes, inicia-se com um delito. Os tipos de delitos podem ser vários, desde a permanência depois de o visto expirar até uma multa de trânsito não paga.

No caso da multa de trânsito e de outros problemas menores, é avaliada a conduta do imigrante, bem como toda sua documentação e o histórico nos Estados Unidos. Se for comprovado que ele é uma boa pessoa e que esse pequeno erro não o desabona de seu direito de permanência, ele estará livre para ficar, desde que cumpra as consequências de seu delito.

Porém, o processo de deportação é muito delicado e sofre com o clima político do país em que estamos. Então, se o momento é de tensão e há muitas decisões que dificultam a imigração — como maior rigidez e controle na documentação e na entrada de turistas —, é bem possível que um caso simples de multa de trânsito resulte em um imigrante deportado.

Quanto à questão de “quando” ocorrerá, de fato, a deportação, é muito difícil precisar. Isso porque há várias maneiras de ela acontecer, dependendo do lugar para onde o imigrante foi levado, se há atenuantes para seu caso e de quando chegou a documentação de garantia de que o país de origem irá recebê-lo.

Como evitar a deportação?

Agora que você entende melhor o que é deportação e por que ela é tão temida por muitas pessoas, darei dicas fundamentais para você não ser deportado dos Estados Unidos. Veja abaixo algumas dicas especiais!

Cuide da validade do seu passaporte

O passaporte é um documento aceito no mundo inteiro, justamente porque ele identifica quem é você e qual sua origem, além de mostrar suas intenções e sua história com os países que visitou. Por isso, ele deve ser guardado em segurança, pois você não pode perdê-lo.

No entanto, também não deixe-o tão guardado a ponto de se esquecer de revalidá-lo. A validade do passaporte é tão importante quanto o fato de tê-lo consigo. Então, a minha primeira dica é: cuide bem do seu passaporte, para não perdê-lo e nem perder a sua expiração.

Aja dentro da lei

O Green Card é o visto de residência permanente nos Estados Unidos. Mas sabia que muitas pessoas têm condições de aplicar-se para ele, mas acabam com o pedido negado por causa de algum crime?

Mesmo os delitos mais simples, como falha no pagamento de impostos, podem representar um fator impeditivo para sua permanência. Há muitos casos em que a justiça dos Estados Unidos decide pela deportação ou expulsão de um imigrante para não ter que lidar com os custos que o processo criminal traria para o sistema.

Como em todos os países, os processos da justiça geram um custo de impostos e os EUA levam muito a sério a questão dos gastos e da distribuição das taxas pagas. Então, uma ótima medida para evitar a deportação é estar dentro da lei e eliminar qualquer motivação jurídica para iniciar o processo de retirada.

Evite alguns comportamentos

Embora gere controvérsia e seja considerada uma atitude discriminatória, a polícia de imigração pode basear-se no seu perfil aparente para fiscalizar ou questionar sua documentação. Muitos casos desses são reportados como racismo contra latinos e negros.

A responsabilidade de se comportar e de se vestir de determinada forma acaba recaindo sobre a vítima, infelizmente. Porém, é uma maneira estratégica de evitar problemas e de misturar-se com moradores da região, comportando-se e vestindo-se de acordo com a cultura local.

Devido aos estereótipos, caso seja parado para revista, procure manter-se calmo e não faça movimentos bruscos. Tenha certeza de ter o contato de algum cidadão americano que seja seu conhecido ou conte com escritórios de advogados brasileiros para tomar conta da situação e dialogar com os agentes.

Tudo pode ser resolvido da melhor maneira possível — o ponto principal é ter sua documentação em dia, estar de acordo com as leis do país e não desrespeitar nenhum agente da lei. Com essas três medidas básicas, não há preconceito que possa tirar seu direito de permanecer nos Estados Unidos.

Tenha todos os documentos

Acredita que muitos imigrantes acabam sendo deportados por causa de um ou outro documentos que faltaram? Ter toda a documentação em dia e completa é o principal ponto para morar nos EUA. Então, reúna tudo o que você precisa:

  • visite o site da embaixada e verifique a documentação para o seu tipo de visto;
  • observe a data do seu passaporte e a carteira de identidade e da declaração de Imposto de Renda — o IR pode ser necessário para comprovar a origem do dinheiro que você está levando na viagem;
  • tenha o comprovante da passagem de volta;
  • apresente sua carteira de trabalho e documentos da empresa contratante — no caso de imigrar a trabalho, é necessário comprovar seu vínculo empregatício nos EUA e comprovar seus laços com o Brasil na entrevista do consulado.

Quando estiver na América, não se esqueça de renovar seu visto conforme a sua necessidade de estadia. A deportação nem sempre ocorre por causa de validação do passaporte, mas, sim, porque o visto expirou e a pessoa permaneceu no país.

Um exemplo recente é o rapper 21 Savage, que tem cidadania britânica e está há 13 anos morando nos EUA com o visto vencido. O cantor foi preso, permanecendo nove dias sob a custódia da ICE (agência de imigração) e perdendo a premiação do Grammy.

Para continuar nos Estados Unidos, Savage terá que se regularizar, pois corre o risco de ser deportado para seu país de origem.

Conte com profissionais

Para imigrar sem erros para os Estados Unidos, é preciso estar atento à documentação: ela deve estar em dia e em bom estado. Além disso, existem escritórios especializados em cuidar de todos os trâmites e evitar imprevistos ou dores de cabeça.

Agora que você sabe o que é deportação, consegue entender como é importante imigrar legalmente para conquistar a cidadania americana. Pense em parceiros especializados na imigração para os Estados Unidos e tenha a dedicação de quem realizou o próprio american dream.